Como se preparar para a prova da Cesgranrio

A banca costuma organizar os concursos do Banco do Brasil, IBGE e Petrobras

27/01/2017 - por Amanda Melo

cesgranrio-concurso-perfil-bancaFundação Cesgranrio é uma das bancas mais reconhecidas do país. A organizadora ganhou destaque ao longo dos anos por promover diversos concursos públicos da esfera federal como Banco do Brasil, IBGE, FINEP, Liquigás, Banco da Amazônia, BNDES e Petrobras. 

Com provas semelhantes às da Fundação Carlos Chagas (FCC), uma das características da banca Cesgranrio é distribuir proporcionalmente as questões por todos os itens do edital, fazendo com que o candidato precise estudar todo o conteúdo proposto, pois dificilmente algum item não será cobrado. Nesse sentido, a preparação antecipada é ponto decisivo na aprovação, pois o candidato possivelmente não terá tempo hábil para estudar o conteúdo por completo após a publicação do edital. Além disso, o candidato precisa estar familiarizado com a letra da lei e a jurisprudência dos tribunais.

Sobre as questões

As questões da Cesgranrio costumam ser de múltipla escolha, com cinco alternativas possíveis e uma correta. O formato, no entanto, pode variar de acordo com o concurso e a instituição pública. A banca tornou-se conhecida por ter um modelo de provas que exige bastante memorização sobretudo com questões longas.

Com enunciados mais extensos, é necessário que o candidato tenha muito cuidado durante a leitura e, principalmente, na interpretação do enunciado da questão. Para as provas da banca, é preciso treinar exautivamente a leitura.

Sobre os conteúdos

Na disciplina de Atualidades, a Cesgranrio cobra elementos do cotidiano, o que torna necessário uma leitura detalhada dos fatos presentes na mídia nacional, tanto impressa quanto virtual. Alguns textos são inclusive extraídos do Jornal O Globo, por isso, o candidato que já viu a matéria citada está em certa vantagem. A organizadora também costuma usar gráficos e imagens, exigindo a capacidade de visualização e de interpretação dos inscritos. 

Outro aspecto de aproximação entre a FCC e a Cesgranrio é a característica de explorar a letra de lei, com um pouco mais de doutrina que a FCC, no entanto. Jurisprudência também é cobrada por parte da organizadora para quem pretende concorrer a um cargo mais específico, destacando-se sempre o entendimento majoritário dos Tribunais. É essencial que o concurseiro complemente seus estudos com a leitura dos informativos do STF, STJ e TST caso vá disputar o cargo de advogado da Petrobras, por exemplo. Uma ótima dica para leitura de informativos são os livros que possuem notas e passagens comentadas.

 

Você pode se interessar por:

As 5 maiores armadilhas para concurseiros iniciantes

Cursos online para concursos de bancos e estatais